Ayane Hinomoto

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ayane Hinomoto

Mensagem por Norm em Qua Jan 06, 2016 1:34 pm

Nome: Ayane Hinomoto
Idade: 16 anos
Nacionalidade: Japonesa

Aparência: Cabelos loiro-platinados lisos e soltos, chegando-lhe à cintura. Grandes olhos azuis (para os padrões japoneses) que parecem ainda maiores por trás de seus óculos, que só tira para dormir ou tomar banho. Bastante baixa para a idade, além de ter uma carinha de bebê que, não fosse por suas curvas (notáveis, embora não muito chamativas), poderiam fazê-la ser confundida com uma criança.

Spoiler:
SIM EU PEGUEI UM NENDOROID COMO BASE PQPEU


Personalidade: Embora seja uma garota gentil à maior parte do tempo, Ayane tem um complexo com sua própria inteligência que muitas vezes a faz parecer arrogante. Em sua ânsia de se mostrar inteligente (talvez mais do que realmente é), muitas vezes acaba tratando com condescendência as pessoas que não sabem de algo que ela saiba, o que pode levar a situações desconfortáveis. Ela não faz isso por mal, no entanto - muitas vezes ela sequer percebe como seu modo de agir afeta os outros, e quando percebe, sente-se realmente mal por não saber o que fazer pela pessoa. Mas quando não está ocupada tentando parecer inteligente, é uma garota simpática e educada, e uma boa companhia, embora um tanto reservada.

História: Como filha única de pais de classe média-alta, a maior parte de sua vida foi bastante tranquila. Ayane era uma criança precoce - aprendera a andar, falar e ler cedo, e durante toda a sua infância seus pais e professores a banhavam de elogios e amor por ser uma "criança prodígio". Ayane realmente adorava impressionar seus pais e ver o quão felizes eles ficavam.

Infelizmente, com 10 anos, te chamam de prodígio. Com 15 anos, te chamam de gênio. Mas assim que você chega aos 20, você é apenas uma pessoa comum. Ayane não chegou aos 20, mas começou a sentir os efeitos dessa frase cedo, mesmo nunca tendo ouvido-a. Seus pais nunca deixaram de amá-la, mas quanto mais o tempo passava, mais ela sentia que não estava impressionando as pessoas tanto quanto antes. Ela não era burra, suas notas eram boas na medida do possível, mas em seu íntimo, ela sentia cada vez mais que precisava voltar a ser um gênio. Mas aumentar a intensidade dos estudos era mais difícil do que parecia.

E aí tudo mudou quando ela chegou ao Ensino Médio. Quando ela fez o exame de admissão para uma escola de prestígio e não passou. Aquilo fora um golpe violento em sua auto-estima, como uma comprovação do quão burra e incompetente ela realmente era. Seus pais tentaram consolá-la, mas ela fora dormir chorando àquela noite.

Foi quando ele apareceu.

Ayane achou que estava sonhando quando aquele animalzinho branco começou a falar com ela. Ela não sabia sequer como aquilo tinha entrado em seu quarto, mas continuou ouvindo aquela conversa estranha de bruxas e garotas mágicas. Parecia algo saído de um anime, e parecia cada vez mais com um sonho. Até que ele começou a falar do que lhe ocorrera mais cedo, o que a fez voltar a chorar e jogar seu travesseiro e o que mais estivesse ao alcance na criaturinha. Ela já estava passando da frustração para a raiva, quando ele falou do contrato - e do desejo.

Foi quando Ayane cometeu o maior erro da sua vida.

Em sua frustração, e na surrealidade da situação, a mente da menina estava em apenas um lugar. Ela não pensou duas vezes, e desejou ser admitida na escola em questão. Ela praticamente implorou à criatura que a fizesse entrar naquela escola. Dito e feito. No dia seguinte, ela soube que houve um engano e que ela na verdade fora classificada. Ela agora era uma aluna daquela escola que ela queria tanto entrar, ela agora provara aos seus pais, que choravam de alegria, que era inteligente.

E Ayane também chorava, mas não de alegria. Pois sabia que não entrara por seu próprio mérito. Ela podia mentir para todos ao dizer que era genial o suficiente para entrar naquela escola, mas não para si mesma. Mas esse era o menor de seus problemas.

A história toda era real. Bruxas eram reais, e o risco que corria era bastante real também. Ela agora tinha que arriscar a vida regularmente para enfrentar criaturas que pareciam nascidas dos piores pesadelos da humanidade. Era assustador, era perigoso, era a pior vida que ela podia imaginar. Ela pagara um preço tão alto por algo tão pequeno. Além da frustração pelo seu próprio desejo (ela podia ter desejado ser o maior gênio da humanidade, mas não, tinha que desejar uma escola mixuruca de ensino médio), ela ainda tem dúvidas se realmente valeria a pena, qualquer desejo que fosse. Mas é tarde demais para lamentar.

Ayane Hinomoto é uma Puella Magi. E nada poderá mudar isso.

Preferências: Sua cor favorita é azul. Gosta muito de ler, não tem um gênero favorito, mas ama clássicos e prefere uma literatura mais "madura" do que Harry Potters da vida. Sua matéria favorita é matemática, embora não seja tão boa em cálculos quanto gostaria de ser. Ama doces, mas uma pequena dose de vaidade a impede de comer muito, pois detesta atividades físicas.
avatar
Norm
Camponês
Camponês

Masculino Mensagens : 46
Data de inscrição : 11/06/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ayane Hinomoto

Mensagem por Yukits em Ter Jan 26, 2016 3:48 pm

Puella Magi

~Aparência~
Seu cabelo se mantém com o mesmo penteado, mas ganha presilhas azuis em formato de sinais matemáticos (+ / - / x / ÷). Seus óculos se tornam azul escuro e com armadura mais grossa, com lente em formato de meia lua. Ganha um vestido também de tom azul, que vai até o seu joelho, não sendo muito cheio de babados ou chamativo. Por cima dele, usa um coletinho preto. Nas suas mãos também podem ser vistas luvas negras, bem elegantes. Nos pés, usa botas de cano médio azul escuro e uma meia calça negra que cobre toda sua perna.

~Equipamento~
LIVRO
Um grande (mesmo) livro de capa dura azul, com bordas douradas e uma grande estrela no centro, em ambos os lados. Assim que se transforma em puella magi, o livro se materializa em suas mãos. Tem total controle sobre ele: pode fazê-lo se abrir, mudar as páginas e fechar sem manuseá-lo com as mãos; pode movê-lo de um lugar para o outro através de levitação. Possíveis usos desta arma:
- Invocar feitiços e encantamentos (checar habilidades)
- Escudo (contra qualquer tipo de projectil)
- Superficie flutuante para locomoção no ar (vulgo voar)
- Armazenar e esconder objetos, informações e memórias


~Habilidades~
Habilidade Básica de Puella Magi
Maior resistência, agilidade e destreza do que humanos comuns, além de intuição e percepção ligeiramente aguçadas.
Habilidades Únicas
Seus poderes estão relacionados a livros, o que remete a conhecimento e erudição. É capaz de aprender feitiços e encantamentos, que são realizados ao ler as palavras mágicas contidas no livro, através de muita concentração.

- Cria portais de invocação, os quais materializam pequenos livros que são lançados em uma direção específica. Tais projécteis são materiais e causam dano de impacto, mas também podem ser carreagados com energia mágica e explodir ao entrar em contato com um alvo.

- Pode invocar de dentro de seu livro azul páginas luminosas que servem para rebater ataques, dificultar a visão do inimigo ou até mesmo restringir seu movimento. É capaz de enviar as páginas individualmente para combater objetos específicos ou invocá-las em grande escala,sendo capaz de criar uma grande parede de papéis ou o que sua imaginação permitir.

-Um feitiço que invoca do alto uma chuva de livros iluminados que causam dano explosivo em tudo que estiver pelo caminho. Uma técnica perigosa e que deve ser usada com cautela. A área do feitiço é circular e seu diâmetro varia de 5m até aproximadamente 20m. A puella magi não precisa estar dentro da área, mas precisa estar a no máximo 10m da ‘borda’, aproximadamente.
avatar
Yukits
Joker
Joker

Masculino Idade : 21
Mensagens : 233
Data de inscrição : 05/12/2010
Localização : Heat Haze

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum