「0」 Bem-vindos à Cidade de Lumiose!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

「0」 Bem-vindos à Cidade de Lumiose!

Mensagem por Drako em Qui Jul 10, 2014 12:03 am


O sol invadindo aquele manto azul forrado com alguns algodões brancos passava uma sensação de tranquilidade, de novos ares, de vigor. Os Fletchlings voando em bandos e cantando marcavam o início daquela manhã. Não demorou muito até as largas ruas pavimentadas com tijolos estarem cheias. Sim, o dia naquela cidade começava cedo. Várias pessoas indo trabalhar em suas lojas de roupa, ou nas suas vendas de frutas, ou em algum restaurante por aí; o fato é que Lumiose é a maior cidade de toda a Pokéarth. E tal como seu tamanho, infinitas eram suas possibilidades.

Mais um dia havia acabado de nascer, e, segundo as recomendações por telefone do professor Sycamore, os seis jovens que foram convocados deveriam estar no laboratório até as sete horas, e faltavam apenas dez minutos para o tempo marcado. Entretanto, apenas quatro deles deram o retorno adequado. Talvez estivessem deslumbrados pela beleza dos Gogoat e das Rapidash carregando os turistas para lá e para cá. Ou quem sabe observando o famoso show de rua do Palhaço Baltoyzo e sua parceira Meowstic?

Uma menina de cabelos escuros encontrava-se completamente encrencada; olhava para os cupcakes expostos sobre uma mesa de madeira forrada com toalha xadrez com um desejo muito grande. Mas a velhinha de cabelos brancos disse que lhe daria apenas um pela ajuda prestada anteriormente, e Anne Helena estava aflita, tentando decidir qual sabor escolher. Tanto que nem reparou que iria se atrasar, uma vez que estava próxima da Torre Prisma, no centro da cidade, e o Laboratório encontrava-se na região sul. Quem sabe se ela corresse...?

Franz Strauss estava simplesmente vidrado com um Gabite que encontrou por acaso. O treinador do tubarão-de-terra estava fazendo uma batalha contra o Cryogonal de uma mulher de meia-idade, e parecia estar na vantagem. O hoenniano logo começou a ter os seus devaneios com a Liga Pokémon, e como queria conquistar esse desafio logo. Mas primeiro precisaria de seu pokémon, e o Laboratório estava a poucas quadras dali, então não demoraria muito para o ruivo alcançar seu destino, isto é, se não se atrasasse.

O johtoniano Laurencin Malebranche tinha tudo cronometrado para chegar no lugar marcado na hora certa, mas já estava preparado, afinal, já sabia que só se frustraria se tivesse expectativas de chegar no bendito laboratório às sete horas. Mas o que podia fazer? A jovem Yako tinha se perdido de sua mãe e não tinha certeza de como chegar em casa. Nem sabia o porquê, mas resolveu ajudar a criancinha, e agora encontrava-se na zona oeste daquela grande metrópole.

E num dojo no extremo-norte da cidade, a comoção era grande e desnecessária. Aparentemente, um samurai encontrou um karateka extremamente mal-educado, e resolveu ensinar etiquetas de batalha para o artista marcial. De alguma forma, isso estava quase se tornando uma briga, até o Cabeça do Dojo intervir e chamar a atenção de seu pupilo. Pediu desculpas pela rudeza do moleque, e agora Akahoshi Akari encontrava-se tomando chá verde com os dois. Bem, ele tinha hora marcada. Mas também não desprezaria uma boa cerimônia de chá.

Já num cômodo qualquer do centro de pesquisas, Yatagarasu encontrava-se impaciente. Eram quase sete horas e os convocados não haviam chegado. O professor Sycamore sairia em instantes, e o kalosiano ficaria encarregado de distribuir os iniciais para os novos treinadores. Mas ele não tinha ideia de como fazê-lo, uma vez que Fennekin, Froakie e Chespin eram só três, e haviam seis treinadores. Foi então que teve um insight e sorriu de forma obscura. Algo inédito estava para acontecer. Uma das pesquisadoras que passava por ali e encarava o marquês fugiu ao ver o olhar assustador que este portava em face.


[OFF] - Um pouquinho de interação livre antes de vocês partirem pro laboratório, ok?
avatar
Drako
Dark Knight
Dark Knight

Masculino Idade : 23
Mensagens : 317
Data de inscrição : 05/12/2010
Localização : Castle.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 「0」 Bem-vindos à Cidade de Lumiose!

Mensagem por Kiracchi em Qui Jul 10, 2014 2:27 am

Após aquela pequena discussão que para a felicidade daquele rude garoto não terminou em uma batalha contra a minha hábil katana (de madeira), fiquei feliz em receber as humildes desculpas do seu respeitoso mestre junto de uma breve cerimônia de chá. Já que realmente tratava-se de um pedido bem formal de desculpas, o grande eu não poderia recusá-la, até porque chá era uma das minhas bebidas preferidas. Sentei-me educadamente sobre minhas pernas, peguei o copo de chá após rodá-lo três vezes e o levei até minha boca, degustando do seu suave sabor.

- ESPERA! EU NÃO TENHO TEMPO PARA ISSO! - Bradei, levantando-me desesperado enquanto levava minhas mãos até a cabeça. - Mestre-dono, por favor, o senhor poderia me dizer a direção para o Laboratório do Professor Sycamore? - O pedi fazendo uma pequena reverência para o mesmo, aguardando por sua resposta.

Aliais, eu não esperei. Digo, esperei, ouvi, mas correi para o lado errado. Eu acho. Não sei. Eu estava confuso demais, aquela cidade... Lumiose, né? Arceus! Que cidade enorme! Eu acho que me perdi nela mais do que já tomei banho na minha vida (que não foram poucas, em)! De qualquer forma, eu estava com pressa demais para esperar pela resposta, então segurei firme a empunhadura de minha katana com minha mão esquerda e disparei para fora do dojo.

Apesar de ser de manhãzinha ainda, as coisas já começavam a funcionar em Lumiose. Meus olhos vermelhos percorriam todas as lojas, os prédios, as vendinhas, as pessoas e claro, os pokémons que eu encontrava pelo caminho. Eu não conseguia deixar de ficar fascinado com praticamente tudo ali! Tinha até mesmo pessoas falando por trás de um vidro que ficava na frente de um cubo preto! Que tipo de mágica era aquela?!

Já não bastou aquele tal de trem que corre mais rápido do que um cavalo. Como algo de metal e tão pesado conseguir andar em uma velocidade tão grande como aquela? E como aquilo freava?! COMO AS PESSOAS NÃO MORRIAM?!?! Não sei, eu passei praticamente a viajem toda em um dos bainheiros do... Trem, né? Isso. Trem são assustadores.

- Ah, pra onde que eu tinha que ir mesmo? - Me perguntei ainda correndo ao perceber que todas aquelas coisas novas acabaram me fazendo esquecer sobre ir ao laboratório do professor pegar meu primeiro pokémon.
avatar
Kiracchi
Camponês
Camponês

Masculino Idade : 21
Mensagens : 63
Data de inscrição : 24/11/2011
Localização : ~

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 「0」 Bem-vindos à Cidade de Lumiose!

Mensagem por Anne em Qui Jul 10, 2014 3:37 pm





ANNE LOST IN LUMIOSE CITY

Ajudar uma senhora a achar um gato nunca me custou um tempo tão valioso quanto desta vez, eu estava tão distraída com os Cupcakes que a moça me mostrará, que nem prestei atenção no tempo. Ao meio de tantas opções de sabores, me perdi nos pensamentos indecisos, morango, amora, chocolate ou doce de leite? Com qual eu ficaria? Pensei até em fazer uni-duni-tê, mas tinha um de nozes no meio, e não quero dar chances dele entrar em minhas escolhas possíveis. Acabei pedindo o de chocolate mesmo, clichês mas sempre gosto, o de amora nunca tinha provado, o de morando é muito bom se a pessoa for boa em cozinhar igual a mamãe, mas se não for, fica muito ruim! Então entre doce de leite e chocolate, fico com o escurinho, visto que é o que a grande maioria pede, logo, deve ser o melhor, né? Assim que a guerra de sabores em minha mente se resolveu, eu finalmente recebi meu doce e pude pensar em outras coisas a fazer. Minha primeira atitude foi pegar o celular, ajudar a mulher, era mais uma coisa que acontecera comigo nessa cidade, mamãe gostaria de saber, poderia tirar uma foto do doce e mandar para ela, certamente ficaria orgulhosa de saber que eu estou ajudando as pessoas, não é? Porém, quando peguei o aparelho eletrônico, não pude fazer o que eu queria, na realidade, eu entrei em desespero assim que olhei para o relógio digitalizado na tela, já que a oportunidade de realizar meu sonho ia acabar em 10 minutos. Sim, eu tinha dez minutos para atravessar a cidade e chegar ao laboratório. Enfiei o Cupcake na boca de qualquer jeito - o que me faz lembrar o quão inútil foi ficar tanto tempo escolhendo os sabores, visto que nem saboreei - e sai correndo, com todas as minhas forças, eu necessitava chegar ao outro lado da cidade em pouco tempo, então eu teria que ser uma medalhista olímpica no momento.
Em minha cabeça veio a ideia de pegar um ônibus, porém esperar em um ponto é perda de tempo, então enquanto corria, comecei a prestar atenção nas estradas, para ver se achava algum ônibus útil. Caso houvesse, daria sinal para o veículo de onde eu estivesse, caso não achasse, eu continuaria correndo mesmo.




Última edição por Anne em Qui Jul 10, 2014 11:37 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Anne
Camponês
Camponês

Feminino Idade : 20
Mensagens : 117
Data de inscrição : 05/12/2011
Localização : por ai

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 「0」 Bem-vindos à Cidade de Lumiose!

Mensagem por Yukits em Qui Jul 10, 2014 11:03 pm

A vida é feita de imprevistos. E foi seguindo essa filosofia que Laurencin estava bastante tranquilo enquanto ajudava a menina perdida, Yako, a encontrar sua mãe. O rapaz, que acabara de chegar no continente, não viu nada de errado em ajudar aquela criança que, ao contrário dele, não podia se virar sozinha. O que lhe custaria? Absolutamente nada. Caso se atrasasse, teria uma razão bastante digna, então não se preocupou.

- Não se preocupe, vamos achar sua mãe. - Disse para a garota, tentando tranquilizá-la. Não fazia a mínima ideia de como poderia ser útil, mas apenas ficar ao lado dela já parecia ser o suficiente para acalmá-la. Crianças não precisam de explicações lógicas, apenas atenção.

Laurencin seguia ao lado da garota na zona oeste da metrópole e aproveitava para conhecer melhor a cidade, observar o movimento, as lojas, as pessoas. Yako, por sua vez, tentava reconhecer o rosto da mãe em meio às pessoas que transitavam na rua. O rapaz não estava muito preocupado com a criança, pois sabia que ela ficaria bem e eventualmente voltaria pra casa, mas não podia simplesmente deixá-la por aí.
avatar
Yukits
Joker
Joker

Masculino Idade : 21
Mensagens : 233
Data de inscrição : 05/12/2010
Localização : Heat Haze

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 「0」 Bem-vindos à Cidade de Lumiose!

Mensagem por Vice em Qui Jul 10, 2014 11:08 pm

Hoje tem tudo para ser o meu dia. Sim! Após minhas desventuras iniciadas a três meses atrás, eu finalmente tinha recebido alta do hospital, que por acaso torrou boa parte do meu dinheiro, deixando-me com apenas 1500$, eu poderia tomar meu rumo. Por isso, tratei de acordar cedo - como já tinha sido um milagre eu ter conseguido dormir - e já aprontei minhas coisas. Agradeci ao médico e às enfermeiras por terem cuidado de mim e pedi-lhes a localização do Laboratório de Sycamore. Era até engraçado isso, começar uma jornada indo até um laboratório... Mas não tinha outra escolha. Para falar a verdade, eu dei uma sorte imensa dele oferecer essa chance logo no dia da minha alta! Então não iria simplesmente desperdiçá-la! Hehe!

Mesmo estando na cidade há cerca de 6 dias, não tinha tido chance de andar por Lumiose, sequer vê-la direito, visto que eu estava de repouso e observação. Sabendo que eu não podia me atrasar, saí bem cedo para não haver problemas - também para não correr porque né - e fiquei simplesmente impressionado! Já havia viajado para outras cidades grandes, como Saffron, Fuschia, Goldenrod... Mas Lumiose deixaria qualquer um embasbacado. Logo cedo as ruas já estavam cheias, vivas, com pokémons e treinadores para todos os lados, com artistas de rua, homens de negócio, estudantes... Isso tudo somado ao lindo céu que era desafiado pelos grandes edifícios da cidade em busca de visibilidade, mas sem dar aquela poluição visual das grandes cidades. Como ainda havia tempo, fui bem devagar, sempre olhando e admirando as coisas, até que...

"GABITE!"

Escutei um som simplesmente impossível de não reconhecer. Entusiasmado, olhei em volta, procurando o lugar de onde o som poderia ter vindo... E encontrei. Uma luta, um pouco mais afastada mas com certo público, dentre um Gabite e um Cryogonal. SENSACIONAL! MEU ARCEUS! Sério, não pensei que teria uma chance de ver o Tubarão-de-terra tão cedo assim na minha jornada! Já havia visto o Garchomp, estava dentre os queridinhos do meu avô, porém, nunca tive chance de chegar tão perto como estava agora. Era incrível observar a velocidade dele para com o Cryogonal, e todo aquele dinamismo de uma batalha pokémon de verdade... HELL, ERA UMA BATALHA POKÉMON DE VERDADE! A minha única luta contra treinador foi apenas há três meses atrás, com uma clara desvantagem, mas eu realmente não esperava ver algo assim de tão perto. Era tudo tão incrível!

... Aí eu me toquei. Olhei para o relógio, faltavam menos de 10 minutos para poder chegar no laboratório. Ok, isso era um problema. Droga, por que eu sempre faço isso!? Tava tudo tão bem até eu desfocar... Ah, mas agora não é hora de choramingar. Resolvi continuar meu caminho, andando um pouco mais rápido para ganhar uma certa dianteira, sem me esforçar muito, e diminuir o passo na medida que eu fosse chegando. Afinal, já estava relativamente perto, então andar um pouco devagar não faria mal algum, né?
avatar
Vice
King
King

Masculino Idade : 19
Mensagens : 313
Data de inscrição : 05/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 「0」 Bem-vindos à Cidade de Lumiose!

Mensagem por Drako em Sab Jul 12, 2014 1:47 am

~Anne, Franz, Akari e Anna~

- Espere, jovem...!

O Cabeça do Dojo lhe chamou a atenção, e logo percebeu que o samurai tinha pressa. Seria ele um novato? Bem, já sabia como ajudá-lo. Buscou algo dentro de seu casaco e entregou-lhe um ticket para o metrô da cidade. Bem isso iria ajudar - e muito - o descendente dos famosos Akahoshi. Só que, mais uma vez, teria de encarar as temíveis minhocas de metal gigantes e brutais, impassíveis de derrota. Talvez um dos monstros que o prodígio tivesse de enfrentar um dia? Quem sabe. Ele mesmo não fazia ideia do que Arceus lhe reservava, então tudo poderia ser possível. Aceitou o presente do homem, escutando suas explicações, e disparou rua afora, procurando por qualquer coisa que pudesse ser o metrô. Pelo jeito, iria se atrasar, mas pelo menos não seria tanto.

- - -

Anne devorara o cupcake violentamente, mal conseguindo apreciar o sabor de chocolate daquele delicioso alimento. Aquilo lhe frustrava fortemente, mas deixaria passar desta vez por ser por uma causa maior: Sua jornada estava prestes a começar! Bem, correu como nunca pelas ruas de Lumiose, tomando como referência a Torre Prisma. Tinha traçado um plano em mente, mas teve de suar um pouco para conseguir executá-lo. Enquanto deslizava pelas ruas daquela metrópole, não pôde deixar de notar algumas pessoas cavalgando em Gogoats em um circuito especializado. Parecia uma espécie de corrida! Distraiu-se momentaneamente, e nem percebeu que estava numa parada de ônibus. Bem, acordou de seu transe quando o motorista, impaciente, buzinou para que ela entrasse logo.

No letreiro do veículo: 2246 - Zona Sul: Hipódromo, Área Universitária e Praça da Vida.

E foi nesse mesmo que ela embarcou.

- - -

Recuperando o foco de sua mente, Franz resolveu partir. Também queria batalhar, oras! E era para isso que estava aqui, em Kalos! Teria seu pokémon prometido e tudo se resolveria, de alguma forma. Então resolveu seguir rumo. E, a medida que ia avançando pelos quarteirões, foi notando que as casas estavam tornando-se mais escassas, dando lugar a grandes escolas pokémon. Todas atendiam à todos os públicos: Creches, escolas elementares, fundamentais, colegiais, e até mesmo universidades! Notou até mesmo alguns monstrinhos nas redondezas, contudo, não pode deixar de notar que a maioria estava acompanhada de seus treinadores. Logo chegou à conclusão de que selvagens naquele ambiente eram raros. Estava errado, entretanto, apenas tinha que saber onde procurar. E isso ele logo descobriria.

Após caminhar por mais alguns minutinhos, notou uma estranha casa de dois andares afastada de toda aquela floresta de concreto. Algo lhe dizia que chegou no lugar certo. Bateu na porta do local e aguardou ser convocado.

- - -

Anna Bertrand chegara tarde da noite naquela cidade luminosa, mas não estava cansada. Seu propósito era claro: Encontrar o laboratório do professor de antemão, para não se perder no dia seguinte. Pegou as informações necessárias, marcou um mapa e ajustou o despertador para cedo. Este último provavelmente não seria tão útil, uma vez que poderia acabar nem dormindo por conta da ansiedade. Mas é melhor prevenir que remediar, certo?

Claro que a mocinha estava correta: Dormiu tarde, mas conseguiu despertar na hora desejada. Vestiu-se compassadamente e deixou sua hospedaria sem pressa, tendo certeza de aproveitar toda a paisagem que Lumiose tinha a lhe oferecer. Escutou de um velho que a Praça da Vida era um lugar bom para se visitar. Talvez pudesse ir lá depois de conseguir seu parceiro, quem sabe? A caminhada não delongou-se muito, e logo já estava no laboratório do pesquisador mais renomado da região de Kalos. Fora orientada a aguardar os outros quatro treinadores que estavam para chegar no lobby, e tomou assento em uma das cadeiras dispostas em fila ali. Não demorou muito até que um garoto ruivo chegasse. Alguns minutos mais tarde, uma menina - assim como ela - chegou, arfando pesadamente. E, por último, um rapazinho vestido de samurai.

Os quatro encontravam-se ali, esperando a chegada da quinta pessoa. Ninguém parecia que iria recebê-los de fato no momento. Se não fossem pelos biscoitos e copos com chá dispostos numa mesa no canto esquerdo do cômodo, poderiam jurar que não havia ninguém naquele lugar.
avatar
Drako
Dark Knight
Dark Knight

Masculino Idade : 23
Mensagens : 317
Data de inscrição : 05/12/2010
Localização : Castle.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 「0」 Bem-vindos à Cidade de Lumiose!

Mensagem por Kiracchi em Sab Jul 12, 2014 11:09 pm

Ah, sim! Verdade! Eu tinha que ir pro metrô. Aliais. Ah, não! De novo aquele monstro metálico sugador de almas! Ok, se acalme, Akahoshi Akari. Um esplêndido samurai e futuro mestre pokémon não pode-se deixar abalar por essas coisas. Talvez fosse o destino me desafiando; Achando que eu era fraco demais, e por isso colocou tão monstro terrível na minha frente, visando me derrotar antes mesmo da minha aventura começar... por... me temer? Era isso! Eu iria ser tão forte no futuro que o destino já me temia desde criança!

- Aha! Então é assim que você joga, Destino-dono? Muito bem, eu aceito o seu desafio! - Bradei fazendo uma parada brusca, olhando em volta para ver se eu me localizava naquela cidade gigante.

Coisa que eu muito provavelmente não iria conseguir. Meu senso de direção nunca foi dos melhores, mesmo tendo nascido e sido criado no dojo Akahoshi, eu ainda conseguia me perder lá. Se minha imouto não estivesse sempre por perto, era provável que eu nunca teria conseguido me tornar o esplêndido samurai que hoje sou... Obrigado, imouto-yo!

Ok, voltando para o eu atual. Retirei o ticket que o Mestre havia me dado e o olhei em busca de algum tipo de endereço para até a estação do metrô, mas infelizmente não encontrei nada do tipo. Isso era ruim. Se eu não chegasse logo ao laboratório do professor, eu iria ficar sem pokémon... AH! ERA ISSO! Eu estava atrasado para pegar meu primeiro pokémon! Como pude esquecer disso?! Certo, se eu não iria conseguir achar por mim mesmo, eu iria ter que contar com alguém que conhecesse aquela cidade... E ninguém mais conhece uma cidade do que um habitante atual dela!

- Errn, é... - Tentei chamar a atenção de alguém que passava por perto de mim, mas acho que não iria ser tão fácil assim vide que a maioria estava com pressa. Tsc! Eu estou com mais pressa ainda, vocês sabiam?!

Vendo que eu não iria conseguir parar alguém assim, eu iria precisar fazer isso acontecer. Iria buscar um lugar alto, não muito, tipo um degrau ou dois. Logo em seguida subiria e iria retirar a minha katana com bainha e tudo de minha cintura pondo-a reta na minha frente, segurando a sua empunhadura de cima pra baixo com minhas duas mãos.

- COM LICENÇA! EU ME CHAMO AKAHOSHI AKARI, UM ESPLÊNDIDO SAMURAI DO CLÃ AKAHOSHI! POR FAVOR, ALGUÉM PODERIA ME DAR UM SEGUNDO DE SUA ATENÇÃO?! - Bradei alto buscando chamar a atenção de alguém que conseguisse me ouvir e fosse gentil o suficiente para o tal. Apesar de que eu pude perceber que muitos deles usavam algum tipo de plástico no ouvido que era conectado a um fio... Aquilo era algum tipo de moda?

De qualquer forma, eu iria esperar. Ok, pouco, mas iria. Se ainda assim não parassem para me ajudar, eu iria voltar a correr. Eu tinha a sensação de que aquela cidade era toda conectada pela rua em que eu estava atualmente, então se eu corresse como estava fazendo antes eu iria uma hora chegar no meu destino... Esse seria o meu plano B no pior dos resultados então.
avatar
Kiracchi
Camponês
Camponês

Masculino Idade : 21
Mensagens : 63
Data de inscrição : 24/11/2011
Localização : ~

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 「0」 Bem-vindos à Cidade de Lumiose!

Mensagem por Vice em Dom Jul 13, 2014 7:24 am

Durante várias vezes já me peguei pensando: e se eu tivesse nascido em uma família diferente? Digo, eu amo minha família demais e não os troco por nada, mas eu entendo o ponto do meu pai. Assim como provavelmente acontecerá comigo, ele segurou o peso do nome da família por anos, do grande campeão de Johto, Sinnoh e Hoenn, além ser campeão da Copa União por dois anos seguidos e ainda ter um vice-campeonato. Eu provavelmente sentirei o peso, e sei que esse é o principal motivo do meu pai não querer que eu saia em jornada. E se eu não tivesse esse Strauss?

Eu posso pensar num nome artístico, certo!? Num nome falso! Ok, isso não vai enrolar NINGUÉM quando se tratar competições oficiais, onde eu devo fornecer os dados da minha identidade digital contida na pokédex. Isso seria um problema. Mas aposto que se eu o fizesse, conseguiria evitar 90% da chateação que eu sofreria. Sim, é uma boa! Eu sou um gênio, caraca! ... Mas qual seria o nome?

Suspirei. Teria de pensar bem. Claro, qualquer nome estaria bom, mas já que é pra escolher um, escolher um legal seria tipo, legal! Algo que dá aquele sentimento de “oooh it sounds awesome!”, ou qualquer coisa assim. Suspirei, de novo. Resolvi olhar em volta e relaxar a cabeça; pude perceber a mudança gradual ocorrida ao se afastar do grande centro da cidade de Lumiose. Mas mesmo assim era possível ver pessoas com seus pokémons. Caramba, será possível que nessa cidade e em seus arredores não tenha um capturável? Bem, de certo deve ter, só procurar direito.

Finalmente cheguei ao laboratório. Ok, estou há dois passos do início do meu sonho. O sol já não parecia mais me incomodar a essa altura. Cansaço? Só o de esperar. Respirei fundo, fiz minhas preces, dei um largo sorriso e entrei glorioso pela porta...
... E que visão broxante. Uma sala de espera, que nem a do hospital de onde vim, com uma porta bem desagradável esteticamente o qual me separava do resto do início do sonho. Suspirei, mais uma vez. Por que eu não estou tão surpreso assim?

A sala era bem humilde, contudo, agradável aos olhos. Só aquela porta que enfeiava o resto. E, além de mim, uma moça aparentemente mais velha se encontrava. Por conta da cena brevemente egocêntrica de entrar sem mais nem menos me achando O tal, devo ter corado, pelo menos senti meu rosto mais quente. Enfim, antes que eu pudesse falar qualquer coisa à ela, ouvi passos escandalosos, acompanhado de uma respiração pesadíssima. Eu olhei para trás e vi uma menina vindo, à toda velocidade, na minha direção. Pera, eu estou pra ser atropela... Meu Arceus! Preciso fazer algo!

Para evitar uma possível colisão, tentei só sair da frente, sem soltar a porta para deixar que ela entrasse. Após a entrada da menina, eu soltei a porta sem mais nem menos, sendo interrompido pela entrada de mais um. Gente, tudo isso? Quatro treinadores? Mas não são só três iniciais? Achava que isso de ter um pokémon extra era coisa de desenho infantil. Tá, quem foi selecionado de última hora foi eu, mas...

Por fim, ao ver todos nós reunidos, não pude deixar de esboçar um sorriso. Eu iria começar, e não só isso, já estaria vivenciando o que é a interação entre treinadores que sempre escutei do meu avô. Na verdade, eu já conseguia sentir meu coração indo a mil: Está acontecendo! Ai cara, sério, está acontecendo! Então, sem pensar duas vezes, resolvi falar:

Olá, pessoal! Irão começar que nem eu? Espero que possamos nos dar bem! – esbocei um sorriso, me direcionando à todos. – Meu nome é...



Eita ferro. Qual o nome? Será que para eles tem problema? Bem, geralmente quem mais lembra do meu avô são os mais velhos; os adultos que eram crianças quando o viram lutar, além daqueles contemporâneos ao meu avô. Claro, sempre tem os admiradores mais novos, mas sei lá.

... Franz. Prazer em conhece-los! – No fim, não falei sobrenome algum. Me contrariei, mas talvez fosse melhor assim. Como estava elétrico, nem procurar um assento eu procurei, apenas me encostei na parede e esperei as respostas dos demais.


avatar
Vice
King
King

Masculino Idade : 19
Mensagens : 313
Data de inscrição : 05/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 「0」 Bem-vindos à Cidade de Lumiose!

Mensagem por Anne em Seg Jul 14, 2014 5:19 pm





ANNE LOST IN LUMIOSE CITY

Corri e corri, já achava que essa seria minha única opção, mas não foi assim, enquanto passava ao lado de alguma corrida estranha que ocorria nas ruas da cidade - separadamente dos pedestres, óbvio, ninguém queria ser atropelado por um Gogoat -, me perdi no tempo, acabei por ficar olhando para a competição, viajando durante um bom tempo, acho que o açúcar do cupcake chegou ao meu cérebro e me deixou meio lesada, talvez comer doce e correr não faça tão bem, mas minha mãe nunca me avisou disso, droga. Minha hipnose só foi quebrada pela buzina do motorista impaciente, pedindo para que eu subisse logo, não tenho certeza de por que ele parou ali, talvez alguém desceu do veículo, ou só destino mesmo, mas li a placa e reparei que era o ônibus perfeito para o momento. Subi e agradeci, depois procurei algum lugar próximo do janela.
Depois de uma viagem que pareceu durar eternidades, vi meu ponto e dei sinal, corri alguns poucos metros para chegar no lugar e entrei ofegante, havia mais três pessoas por ali, mas essas pareciam tão perdidas quanto eu, não havia muitos vestígios de algum professor ou pessoa instruída no local. Suspirei e olhei em volta, analisando, ouvi uma apresentação e um brado de um samurai, mas não falei nada, apenas sorri para o estranho Franz e ri um pouco do modo de falar do guerreiro, mas logo depois voltei a fazer silêncio e esperar algo interessante acontecer.


avatar
Anne
Camponês
Camponês

Feminino Idade : 20
Mensagens : 117
Data de inscrição : 05/12/2011
Localização : por ai

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 「0」 Bem-vindos à Cidade de Lumiose!

Mensagem por Nerkon em Qua Jul 16, 2014 6:38 pm

Off: Mil perdões pela demora para postar, tive alguns problemas.

Ah, Lumiose! Quanto tempo faz desde a última vez que estive nessa cidade, quatro ou três anos? Acho que agora não importa, preciso me aprontar o quanto antes e ir para a pousada. Ugh, o voo teve de atrasar... se não fosse por isso eu teria chegado bem mais cedo e já estaria voltando das compras! Tudo bem, depois que conseguir meu Pokémon ainda terei bastante tempo para passear pela cidade luz e quem sabe encontro algum conhecido e pergunto sobre meu pai, essa cidade tem bastante gente e certamente alguém ouviu falar sobre ele!

Por enquanto apenas arrumei as coisas na minha bolsa: Dinheiro que trouxe para emergências, documentos, uma carta para o Sycamore, algumas fotos que tirei com meu pai ao longo do tempo e algumas outras coisinhas que trouxe só por segurança, além de roupas na pequena mala. Ah! O comprovante de pagamento da pousada e o mapa, esses são importantes para hoje, pois provavelmente não vou lembrar de cabeça onde fica o laboratório. Terminei de conferir os objetos e feito tudo, fechei a bolsa e comecei a caminhar em direção ao local onde dormiria, pois não queria estar nas ruas quando o céu ficasse realmente escuro. E não é que cheguei rápido no lugar? Deu para fazer a checagem tranquilamente e logo entrei em meu quarto, onde preparei despertador, fiz as últimas preparações e me aconcheguei no travesseiro. Estou tão ansiosa! Imagino o que papai irá pensar quando eu encontrá-lo como uma treinadora, será que ele batalharia comigo? Provavelmente eu e meus Pokémons vamos virar pano de chão, afinal ele possui anos de experiência, mas quem sabe não rola uma zebra?! É... vamos ver.


~~x~~


Surpreendi-me ao abrir os olhos e notar que havia caido no sono. Tudo bem que foi tarde e por pouco eu não dormi, mas não é costume meu cair no sono de tal forma. Aliás, eu não estou esquecendo de alguma coisa?


- Ah droga! Perdi a hora?! - Quando me dei conta, já havia saltado da cama e ido de encontro ao despertador para, graças a Deus, acalmar meus nervos: Acordei mais ou menos na hora que queria. Ótimo, vai dar tempo de me preparar. Dessa vez com calma eu arrumei a cama e fui escovar os dentes, lavar o rosto e pentear o cabelo, quando terminei tudo me vesti com paciência, afinal era um grande dia e eu precisava estar bonita. Sem muita maquiagem, é claro! Afinal ficar linda pode ser importante, mas ter conforto também é.

Quando acabei minhas preparações, peguei meus pertences e deixei a estalagem. Próxima parada: Laboratório do professor Sycamore. E não há necessidade de realçar que aproveitei bem a paisagem desta linda cidade, pois eu não iria perder a chance de conhecer cada canto pelo qual eu passasse, pois tenho certeza que voltarei a cruzar caminhos com a cidade luz. Ah, durante o percurso também conheci um senhor idoso que me falou sobre uma tal Praça da Vida, lugar o qual farei questão de visitar após receber meu Pokémon e realizar quaisquer atividades pendentes. Enfim, apesar do pequeno contratempo não demorei a chegar no tal laboratório - muito bonito por sinal - e adentrei ali sem pensar duas vezes. Aparentemente fui a primeira a chegar e por isso me orientaram a aguardar, pfft, todo aquele desespero quando acordei pra nada! Pelo menos deixaram alguns biscoitos e chá para eu me alimentar, porque eu vim aqui sem comer coisa alguma.

E após esperar algum tempo eis que um rapaz e uma garota chegaram. O primeiro a chegar foi um garoto ruivo, chaaato e clichê. O que o povo tem com ruivos afinal? Eu nunca entendi todo aquele fascínio que meu pai sentia pelas garotas ruivas... Meh, para piorar sei lá o porque, mas ele parece um típico carinha de anime harém, será que é idiota? A próxima a chegar foi uma garota ofegante que parece ser mais nova que eu, provavelmente estava pensando estar atrasada, mas agora vai se decepcionar quando perceber que não tem ninguém para nos atender.

Após mais algum tempo chegou mais alguém... HAHAHAHAHAHAHAHAHA, sério. Eu tive de rir mentalmente e tampar a boca com as duas mãos para não parecer desrespeitosa e cair na gargalhada histérica. Torço para que ninguém tenha visto minha reação inicial, mas o que é isso afinal?! O cara tá vestido de samurai e carrega uma bainha de espada, Jesus Cristo o que é isso?! Ele pensou que aqui é onde está sendo feito um evento de anime ou o quê? Meu pai sempre foi um maníaco por espadas, mas esse aí é outro nível!

Enfim... preciso manter a compostura, afinal sou uma dama! Portanto quanto me recompus apenas sorri e reuni forças para me levantar da cadeira, então levei as mãos ao vestido e fiz um pequeno gesto de saudação para os outros candidatos, antes de erguer o rosto com confiança.


- Prazer, sou Anna Bertrand. - Logo após minha apresentação troquei olhares com todos os três, perguntando a mim mesma se algum deles não teria alguma experiência prévia com Pokémon e possa ter visto meu pai. Com tal icógnita em mente, sentei em meu assento e puxei conversa. - Também são candidatos a treinadores? Por acaso... já tiveram bons contatos com Pokémon antes?
avatar
Nerkon
Camponês
Camponês

Masculino Idade : 20
Mensagens : 12
Data de inscrição : 11/06/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 「0」 Bem-vindos à Cidade de Lumiose!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum