AISHA

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

AISHA

Mensagem por Istyar em Qui Jul 03, 2014 1:48 am

Nome: Aisha.
Idade: 17 anos.

Aparência:
Spoiler:

Personalidade: Aisha não tá pra muito papo. Ela tem dois punhos e é rápida pra bater - você nem vê o que ela faz pra fazer você calar a boca, se estiver incomodando. Não gosta muito de ninguém, e só Crônica pra saber como que os Imãos Bonnet e [ Insira Renato aqui ] conseguiram ser seus amigos. Liga pra eles um pouco, pro resto não dá nenhuma foda mesmo. Quer consertar o mundo todo e a única forma que conhece pra isso é a força bruta. Força bruta é seu modo de sobreviver e sem ela, Aisha estaria sem um sentido pra sua vida e por tudo que já passou e superou.

História: Aisha nasceu numa cidadezinha no meio do nada no [ INSIRA LOCAL GEOGRÁFICO CORRETO AQUI ] , cheia de gente enfadonha que não fazia nada além de trabalhar e fofocar sobre a vida dos outros o dia todo. Não tinha trem, não tinha carro - era um ponto de regresso no meio daquele século iluminado de invenções e de coisas brilhantes metálicas que faziam coisas, em sua opinião, maravilhosas. Na opinião daquele populacho, entretanto, não era nada demais - tinham um cavalo pra isso, não é mesmo?

Mas Aisha tinha olhos brilhantes pra civilização e progresso e prometeu a si mesma que um dia iria ver ela de perto e fazer parte da mesma. Tentou meter a cara nos livros, tentou construir coisas - mas não era muito boa em nenhum dos dois. Na verdade, sua melhor habilidade era quebrar, e isso a deixava frustrada. Achou que seu sonho era idiota e que ficaria ali pra sempre com seus irmãos naquela cidade poeirenta que cheirava a passado
[ e alguns animais de fazenda] , até que um cara vestido com um terno caro parou na frente de sua casa com suas mãos enluvadas e bigode cuidadosamente oleado, dizendo ter um proposta pros seus pais.

A garota se convenceu de que porque era a única garota querendo sair dali é que tinha pouca competição, e implorou pros seus pais pra ir com o cara em seu carro vermelho lindão e eles ficaram felizes de ela poder realizar seu sonho -  a verdade era que nunca se encaixou ali direito e sabiam disso. O plano era que ela seria uma estudante na cidade vizinha e que depois que se formasse, pagasse com trabalho de volta ao cara. Um ótimo negócio - se fosse isso mesmo. Na primeira parada ele a tirou de seu estado sorridente no banco da frente e colocou a pirralha amarrada no porta malas, onde a deixou num lugar esquisito depois de muito tempo de viagem entre vários e vários veículos, e um cara mal humorado negociou seu preço numa linguagem que entendia pouco devido a seu sotaque de capital - mas iria entender sem demora.

Tecnicamente, era pra ser usada como serviçal infantil e passar a vida trabalhando que nem faria na sua cidadezinha para aquele cara do sotaque - só que sem ganhar um puto por isso. Mas Aisha dava trabalho demais - se metia em brigas com os senhorios e com o patrão, com os outros empregados e quebrava mais coisas que limpava. Não se conformava com sua vida e queria mandar todos a merda, apanhava quase todo dia mas sempre deixava pelo menos uma marca na pessoa que encostou nela. Isso a deixou com um monte de marcas e cicatrizes por aí no seu corpo, e mais importante ainda, a ensinou a lutar. Ninguém podia encostar nela se tivessem medo de fazê - lo. A força e o medo eram uma armadura melhor do que qualquer outra coisa que uma criança como ela, que só tinha talento pra isso, sabia fazer.
[ As cicatrizes não aparecem na foto. ] A coisa chegou num ponto que eles mesmos não a queriam e a enfiaram num orfanato qualquer porque era inútil e 'dinheiro desperdiçado'.

Lá, por mais podre que fosse, tinha cama, comida e água, e um monte de moleques mais velhos que usou para aperfeiçoar a arte de quebrar coisas - dessa vez experimentando com ossos. Fez algumas amizades, como os irmãos Bonnet e [ INSIRA RENATO AQUI ]. E com sua experiência em briga, ajudou - os a fugir do lugar. Todos eles já tinham passado tempo demais lá. Só conseguiram chegar até o conselho tutelar, mas foram salvos pela Ordem Negra, que lhe disse que podia aperfeiçoar seus talentos ocultos, e que Crônica sempre sabe tudo sobre seus filhos - jurando que queriam ajudar. Aisha aceitou de bom grado treinamento e as armas que provisionavam, mas devido a sua natureza naturalmente irritadiça e cética, não acreditou muito no papo de crônica e essas coisas não.

Aisha já tinha caído nessa antes, e não cairia denovo. Nunca mais. Eventualmente descobriu as merdas da Ordem e com um
' DROGA, EU SABIA, MAS QUE #$%#% ' prometeu a si mesma fazer tudo em seu poder para poder mudar aquela situação.

Preferências: >Gosta: Carne com batatas / Esopado / Armas grandes e brilhantes / Brigas sem regras / Cerva da boa.
> Não gosta: Regras / Comandos / falação / Gente esnobe / Gente riquinha que se gaba da grana que têm.


Atributos:


- Força : 3
- Destreza: 1
- Agilidade: 3
- Vigor: 3
- Empatia: 1
- Percepção: 1
- Intuição: 1
- Intelegência: 1
- Sorte: 1
- Poder Mágico: 1

Habilidades

Perícias
- Artes Marciais: 2
- Armas de curto alcance: 2
- Armas de longo alcance: 0
- Acrobacia: 0
- Furtividade: 1
- Sobrevivência: 2
- Performance: 0
- Mecânica: 0
- Medicina: 0
- Feitiços: 0
- Magia de Combate: 0

Conhecimentos
- Geral: 0
- Línguas: 0
- História & Literatura: 0
- Ciências Biológicas: 0
- Magia & Mitologia: 0  


Última edição por Istyar em Seg Jul 07, 2014 7:49 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Istyar
Burguês
Burguês

Mensagens : 178
Data de inscrição : 29/11/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AISHA

Mensagem por Yukits em Seg Jul 07, 2014 2:58 pm

Ficha Aprovada!
Pendências: O Mestre alterará detalhes geográficos da história do personagem
avatar
Yukits
Joker
Joker

Masculino Idade : 22
Mensagens : 233
Data de inscrição : 05/12/2010
Localização : Heat Haze

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum